Terapias Visuais

Optometria comportamental

Conjunto de testes diagnósticos, exercícios e prescrições de próteses oculares (nomeadamente prismas simétricos e posturais) que visam os problemas de integração sensorial entre os olhos e os restantes órgãos dos sentidos. Utilizam-se em situações relacionados com o desporto, a aprendizagem, as dificuldades de coordenação motora entre outras.

 

Agentes Físicos

T.E.C

Transferência Eléctrica Capacitativa é utilizada em edemas de retina, neuropatias do nervo óptico, cirurgia plástica (cicatrizes, queloides, etc) e paralisias oculares post-neurocirurgia, etc.

R.I.V.

Tratamento com efeito anti-inflamatório para patologias da pálpebra e córnea.

Terapias Visuais

Optometria comportamental

Conjunto de testes diagnósticos, exercícios e prescrições de próteses oculares (nomeadamente prismas simétricos e posturais) que visam os problemas de integração sensorial entre os olhos e os restantes órgãos dos sentidos. Utilizam-se em situações relacionados com o desporto, a aprendizagem, as dificuldades de coordenação motora entre outras.

Fototerapia sintónica

Optometria comportamental

Utilização dos diferentes comprimentos de onda da luz do espectro visível com a finalidade de restabelecer o equilíbrio (sintonia) do Sistema Nervoso Autónomo (S.N.A) – Sistema Simpático e Parassimpático.

Tem indicações no tratamento de certas disfunções do S.N.A. e que se podem traduzir na práctica por manifestações de desconforto visual na leitura e trabalho com computador, ambliopia, baixa de rendimento visual, enxaquecas, depressão, perturbações do sono, jet-lag e alterações gerais do tipo neurovegetativo.

Tratamentos com soro autólogo

Olho Seco

Novas abordagens terapêuticas para o tratamento do olho seco.

O tratamento clássico do olho seco com o recurso às múltiplas formulações de lágrimas lubrificantes e de conforto que existem no mercado pode ser tratado nos casos mais resistentes com plasma enriquecido com factores de crescimento (PRGF – acrónimo da expressão inglesa).

O plasma enriquecido com factores de crescimento é obtido a partir do sangue do doente do qual se obtêm colírios cuja aplicação se processa habitualmente 2 vezes ao dia.

A partir de uma colheita, obtém-se geralmente a quantidade de plasma activado suficiente para um tratamento com a duração de 3 meses findo o qual uma alta percentagem de doentes deixa de sentir necessidade de recorrer às lágrimas artificiais ou, a sua utilização, passa a ser esporádica.

O plasma enriquecido com factores de crescimentos é obtido a partir do sangue do doente após um processo laboratorial rápido e é utilizado (com diversas fórmulas de preparação) em múltiplas patologias como o tratamento do olho seco, tratamento estético das rugas, tratamento de úlceras tróficas graves da córnea, etc além de múltiplas aplicações em áreas da medicina como ortopedia, traumatologia, estomatologia, cirurgia vascular, etc.

No caso do tratamento do olho seco, grave ou moderado, a sua aplicação consegue em altíssima percentagem de casos eliminar durante peíodos que podem ultrapassar o ano, o uso de qualquer tratamento ou tornar muito menos frequente a dependência de lágrimas artificiais. O seu efeito deve-se à capacidade de regeneração dos tecidos (neste caso o epitélio da córnea) que evita as erosões e micro úlceras, produzidas pela secura e que são a causa do incómodo ou mesmo dôr referida pelos doentes.

O aparecimento dos colírios preparados a partir do soro do doente (soro autólogo) com enriquecimento das plaquetas, permitiu evitar em mais de 80 % dos casos a necessidade do recurso às lágrimas artificiais ou, fazer com que a dependência destas gotas seja muito menor.